Beyerskloof Synergy Cape Blend 2002


Faz algum tempo, um amigo-leitor nos sugeriu que indicássemos alguns vinhos sul-africanos. Na época, respondemos-lhe falando da dificuldade em encontrar bons sul-africanos no mercado do Recife, cidade-sede deste blog. De fato, o que encontramos mais facilmente no Recife, em termos de sul-africanos, são vinhos no máximo razoáveis, como o conhecidíssimo Obikawa. Só com muita procura é possível localizar nas prateleiras de lojas especializadas um sul-africano acima da média, como este Beyerskloof Synergy Cape Blend 2002.
O “blend” de seu nome indica o que ele é, uma mistura de três uvas: pinotage (na proporção de 38%), cabernet sauvignon (34%) e merlot (28%). Essa mistura resulta num vinho portentoso, muito elegante, em que sobressaem o aroma de frutas e baunilha e o sabor marcante de café – café dos bons, ressalte-se.
Ao amigo que nos pediu uma dica de vinho sul-africano e a todos os outros que prestigiam este blog, o Beyerskloof Synergy Cape Blend é a nossa sugestão.

Quanto custa:
cerca de R$ 50,00
Onde comprar: Mistral (www.mistral.com.br); no Recife, Club du Vin (81 3326 5719)
Classificação: bom

4 comentários:

Imfernandes disse...

Eno amigo, estou de volta e o DegustEno volta à ativa.

Meu primeiro contato com vinhos sul-africanos foi de muito boa impressão. Era um Two Oceans Pinotage. Eu gostei.

Fico curioso quanto a vinhos mais elaborados daquela terra. Fica a dica!

Abraço.

Avaliador de Vinhos disse...

Estou feliz por seu retorno, amigo Fernandes!

Gosto do Two Oceans.

Mas vinho é assim: a partir da segunda garrafa, enjoa!

Saúde e paz!

Marcelo Dias disse...

Opa, fiquei feliz em encontrar essa dica de vinho sul-africano - o país tem me despertado uma certa curiosidade. Vou procurar por aqui. A descrição que vc faz do vinho é bem interessante. valeu!!!

Silvio disse...

O Sulafricano Nederburg Pinotage ou Shiraz são fantásticos... mas o Beyerskloof Field Blend 2005 que provei essa semana é explendido! Fica a dica.